Jornalismo, inovação e empreendedorismo: questões sobre modelos de negócio em contexto de crise

Maria Clara Aquino Bittencourt

Resumo


Questões diversas emanam das transformações que a digitalização de tecnologias de comunicação proporcionam ao campo do jornalismo profissional. Uma delas refere-se ao modelo de negócios. Este artigo discute o tema em caráter exploratório, questionando o conceito de inovação em empresas de jornalismo lideradas por profissionais que deixaram empresas de jornalismo tradicional para empreender em meio a um cenário de crise. Ao mesmo tempo em que há uma forte indicação teórica para o desenvolvimento de produtos que pensem o engajamento dos consumidores, o mercado cria soluções baseadas em lógicas empresariais, com pouco espaço para o envolvimento quem consume o produto final.


Palavras-chave


jornalismo, inovação, empreendedorismo, modelo de negócio

Texto completo:

PDF

Referências


ANDERSON, C.; BELL, E.; SHIRKY, C. Post-Industrial Journalism: Adapting to the Present. Tow Center for Digital Journalism. Columbia Journalism School, 2013. Disponível em: goo.gl/hAn7WC Acesso: 15/03/18

BARBOSA, S. Jornalismo convergente e continuum multimídia na quinta geração do jornalismo nas redes digitais. In: CANAVILLAS, João (org.). Notícias e Mobilidade. Portugal: Livros LabCom, 2013.

BERTOCCHI, D. Startups de jornalismo: desafios e possibilidades de inovação. In: Revista Contemporânea. V. 15, n. 1, 2017. Disponível: goo.gl/xcfy1n Acesso: 15/03/18

CREECH, B.; NADLER, A. M. Post-Industrial Fog: Reconsidering innovation in

visions of journalism’s future. In: Journalism. Vol 19, Issue 2, pp. 182 - 199. 2017. https://doi.org/10.1177/1464884916689573 Acesso: 13/03/18

DEUZE, M.; WITSCHGE, T. Beyond journalism: theorizing the transformation of journalism. Vol. 19, issue 2. pp. 165-181. 2017. https://doi.org/10.1177/1464884916688550 Acesso: 13/03/18

GROHMANN, R.; ROXO, M. Os discursos sobre o jornalista empreendedor em sites especializados na cobertura do campo profissional. In: Revista Contemporânea. V. 13, n. 2. Disponível: goo.gl/iHU7qk Acesso: 15/03/18.

JARVIS, J. If I ran a newspaper. IN: Medium. Disponível: goo.gl/15T1L6 Acesso: 15/03/18

JENKINS, H.; FORD, S.; GREEN, J. Spreadable Media: Creating Value and Meaning in a Networked Culture. Nova York: New York University Press, 2013.

LONGHI, R.R.; FLORES, A.M. Narrativas webjornalísticas como elemento de inovação: casos de Al Jazeera, Folha de S. Paulo, The Guardian, The New York Times e The Washington Post. In: Intercom – RBCC. São Paulo, v. 40, n. 1, jan/abr. 2017. P. 21-40.

MICK, J.; LIMA, S. Perfil do Jornalista Brasileiro. Florianópolis: Insular, 2013.

NEWMAN, E. Digital News Report. 2017. Disponível: goo.gl/o5LXDS Acesso: 15/03/18

RECUERO, R. Redes Sociais na Internet. Editora Sulina: Porto Alegre, 2009.

ROGERS, D. Transformação Digital: repensando seu negócio para a era digital. Autêntica Business: São Paulo, 2017.

SAAD, E. Inovação e empresas informativas: aliados, inimigos ou em permanente estado de “discussão da relação”? Revista Parágrafo, v. 2, n. 2, p. 72-87, 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Os artigos publicados nesta revista estão licenciados com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.