Para além do Empreendedorismo e da Precarização: Apropriação das Tecnologias por Jornalistas para a Produção de um Jornalismo Emancipatório.

Carlos Peres de Figueiredo Sobrinho

Resumo


Os novos modelos de negócio jornalísticos trouxeram desemprego e precarização do trabalho. A resposta dada a esse panorama por muitos jornalistas e acadêmicos é a construção de um profissional com mentalidade empreendedora. Dentro desse novo paradigma, o jornalista deve ser capaz de dominar todas etapas da produção noticiosa e criar uma marca pessoal. Defendemos nesse artigo, que o jornalista seja encarado como um trabalhador responsável por construir mediações. Nossa solução para a precarização do trabalho do jornalista é a construção de um jornalismo emancipatório a partir do cooperativismo e da apropriação de novas tecnologias.


Palavras-chave


apropriação social; empreendedorismo; precarização; emancipação

Texto completo:

PDF

Referências


BOLAÑO, César. Campo Aberto. Para a Crítica da Epistemologia da Comunicação. Aracaju: Edise, 2015

______________. Trabalho Intelectual, Comunicação e Capitalismo. A Reconfiguração do Fator Subjetivo na Atual Reestruturação Produtiva. Revista da Sociedade Brasileira de Economia Política, Rio de Janeiro, no 11, p. 53-78, dezembro 2002. pp.53-78

BOLAÑO, César; PÁEZ, Ángel; HERRERA-JARAMILLO, Mauricio. Mediación, subsunción y apropiación social. Contribución al diálogo entre estudios culturales, economía política y comunicación. Revista Latinoamericana de Ciencias de la Comunicación, v. 13, n. 24, 2017.

BOLTANSKI, Luc; CHIAPELLO, Eve. O novo espírito do capitalismo. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2009.

BREED, Warren. Controlo Social na Redacção. Uma Análise Funcional. In: TRAQUINA, Nelson (Org). Jornalismo: Questões, Teorias e “Estórias”. 1. ed. Lisboa: Veja, 1993. p. 152 – 166.

CARBASSE, Renaud. Tino para os negócios e bom jornalismo? A figura do jornalista empreendedor nos debates sobre o futuro da profissão. Brazilian Journalism Research, v. 11, n. 1, p. 262-283, 2015.

COMPTON, James R.; BENEDETTI, Paul. Labour, new media and the institutional restructuring of journalism. Journalism Studies, v. 11, n. 4, p. 487-499, 2010.

FONSECA, Virgínia Pradelina da Silveira. Indústria de Notícias. Capitalismo e Novas Tecnologias no Jornalismo Contemporâneo. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2008.

GENRO, Adelmo. O segredo da pirâmide. Para uma Teoria Marxista do Jornalismo. Porto Alegre: Tchê, 1987.

HARVEY, David. Condição Pós-Moderna. São Paulo: Loyola, 2012.

LIPIETZ, Alain. Miragens e Milagres. Problemas da Industrialização no Terceiro Mundo. São Paulo: Nobel, 1988.

MARX, Karl. O Capital. Crítica da Economia Política. Livro 1. O Processo de Produção do Capital. São Paulo: Boitempo, 2013.

___________. Grundrisse: Manuscritos Econômicos de 1857-1858. Esboços da Crítica da Economia Política. São Paulo/Rio de Janeiro: Boitempo/Ed. UFRJ, 2011.

MEYER, Philip. Os Jornais Podem Desaparecer? Como Salvar o Jornalismo na Era da Informação. São Paulo: Contexto, 2007.

MORAES NETO, Benedito Rodrigues de. Marx, Taylor, Ford: As Forças Produtivas em Discussão. São Paulo: Brasiliense, 1989.

NEÜMAN, María Isabel. Construcción de la Categoría" Apropiación Social". Quórum Académico, v. 5, n. 2, p. 3, 2008.

OLIVEIRA, Dennis de. Jornalismo e Emancipação: Uma Prática Jornalística Baseada em Paulo Freire. Curitiba: Appris, 2017.

OLIVEIRA, Michelle Roxo de; GROHMANN, Rafael. O Jornalista Empreendedor: uma Reflexão Inicial sobre Jornalismo, Flexibilização do Trabalho e os Sentidos do Empreendedorismo no Campo Profissional. LÍBERO. n. 35, p. 123-132, 2015.

POWERS, Shawn M.; JABLONSKI, Michael. The Real Cyber War: The Political Economy of Internet Freedom. Chicago: University of Illinois Press, 2015.

ROSSO, Sadi Dal. O Ardil da Flexibilidade. Os Trabalhadores e a Teoria do Valor. São Paulo: Boitempo, 2017.

SCHOLZ, Trebor. Cooperativismo de Plataforma. Contestando a Economia de Compartilhamento Corporativa. São Paulo: Fundação Rosa Luxemburgo/Editora Elefante. 2016.

SOLOSKI, Jonh. O Jornalismo e o Profissionalismo: Alguns Constrangimentos no Trabalho Jornalístico. In: TRAQUINA, Nelson (Org). Jornalismo: Questões, Teorias e “Estórias”. 1. ed. Lisboa: Veja, 1993. p.91-100.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Os artigos publicados nesta revista estão licenciados com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.